Trabalhos da Asfabe em Defesa dos Direitos dos Assistidos da Bandeprev

Desde a posse do grupo comandado pelo presidente Reginaldo Dias, a ASFABE se transformou na verdadeira trincheira de luta para a manutenção dos Direitos de todos os assistidos e pensionistas da Bandeprev, inclusive dos que não são seus associados.

Vamos relembrar algumas ações de muita importância para a vida dos associados e seus dependentes.

No ano de 1998, atuou decisivamente para que os aposentados conquistassem 100 % de reajuste nos dissídios coletivos de 1996 e 1997, que estavam pendentes.

No dia14 de outubro de 1998, a pronta e efetiva atuação garantiu a inclusão no contrato de venda das ações do Bandepe, do direito dos assistidos ao Plano de Saúde.

Em 1999, fez a defesa dos Redutores, que estavam ameaçados de demissão pelo ABN, garantindo a permanência dos Grupos G-1 e G-2.

No dia 18 de junho de 2000, promoveu com intensa repercussão, o evento Abraço ao Bandepão, em protesto contra a intenção do ABN de não pagar o percentual do Plano de Saúde.

No ano de 2001, coordenou a assinatura de contrato com a Cooperativa Médica Unimed Recife, solucionando os graves problemas que vinha acontecendo.

No mesmo ano, depois de competente articulação, garantiu, com o endosso da diretoria da Unimed, o direito ao Plano de Saúde aos pensionistas.

Ainda em 2002, promoveu uma Assembleia Geral na qual foi aprovada a diminuição de nossa contribuição à Bandeprev, que era de 15%, desde 1994, para 9,75%.

No ano seguinte, fez importantes gestões junto à Secretaria Nacional de Previdência Complementar (PREVIC), conseguindo a aprovação da redução, que está em vigor até hoje..

Realmente, foram muitas lutas e muitas conquistas importantíssimas.

Por tudo isso, é preciso que a ASFABE continue com uma Diretoria ativa, consciente e corajosa para enfrentar o Santander, nosso poderoso inimigo, que não mede esforços para retirar os nossos Direitos.