Asfabe pede apreciação do Procon-PE sobre absurdo aumento do Plano de Saúde

A ASFABE entrou no Procon-PE com um pedido de apreciação sobre a legalidade do reajuste de 51,87% nas mensalidades da Unimed Recife e de 20% na coparticipação. A Associação pediu que a análise fosse feita com base no Código de Defesa do Consumidor. No documento, o presidente Reginaldo Dias solicita que seja feita a “apreciação sobre o contexto descrito na petição, inclusive seus aspectos legais.”